Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

A sério?

Prestes a virar réu por corrupção, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), responsável direto pelo golpe que destruiu o Brasil, publica artigo nesta segunda-feira, em que diz ter sido ingênuo no episódio em que pede R$ 2 milhões à JBS e sugere que as malas sejam entregues a “alguém que a gente possa matar antes de fazer delação” – no caso, o seu primo, Fred Pacheco.

Segundo o ministro Luis Roberto Barroso, que integra a turma que deve julgá-lo, há poucas pessoas presas no Brasil com mais provas do que no caso Aécio. “Fui ingênuo, cometi erros e me penitencio diariamente por eles”, diz Aécio.

Ministro do STF diz que dos 650 mil presos brasileiros poucos têm tantas provas como Aécio. (material elaborado pelo deputado Rogério Correia a partir de entrevista de Barroso à BBC)

Sua excelência, o fato

AÉCIO NEVES é senador (PSDB-MG). Foi candidato à Presidência em 2014 e governador de Minas Gerais de 2003 a 2010

Por Jack Stubbs e Laila Bassam | Texto original em português do Brasil

Exclusivo Editorial Brasil247 / Tornado

Receba regularmente a nossa newsletter

Contorne a censura subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -