Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

Cansaço

Poema inédito de Alice Coelho

Cansaço

Era um cansaço estendido
Nos ritmos e nas melodias
Corpos nus e lábio mordido
E saudades das tuas poesias
Tempo quente e suor ardido
Nuvens e chuva passageira
Sonhos em caminho perdido
Traçados por mão feiticeira.
Um chegar tardio se cansou
O sorriso enxugou o pranto
A lua e o luar nos aproximou
O prazo rompeu o quebranto
Era um cansaço pressentido
A noite no escuro mergulhou
O poema de amor refletido
E o dia pelas ranhuras clareou

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Caminhar

Boa pergunta

VER…

- Publicidade -