Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Maio 22, 2024

“É assim que se constrói um Portugal novo”

antóniocostapereira

 

A sessão teve lugar na Fundação Calouste Gulbenkian, que apoiou financeiramente o projecto do Movimento Zero Desperdício: a elaboração das quatro obras e sua posterior digitalização.

Quando há um ano, os livros com textos de Marta Hugon, Isabel Zambujal, José Luís Peixoto e de Isabel Alçada e Ana Maria Magalhães foram publicados em suporte físico, foram distribuídos nas redes escolares e bibliotecas dos distritos de Lisboa e Cascais.

Um ano depois, a digitalização das obras vem permitir “chegar a todas as escolas e a toda a população”, sublinhou o presidente da  Associação DariAcordar , responsável pelo Movimento Zero Desperdício, António Costa Pereira.

Os livros já foram inclusive introduzidos no Plano Nacional de Leitura (PNL), pois é essencial “uma maior consciencialização dos mais novos para estas temáticas” referiu Fernando Pinto Amaral, Comissário do PNL, que felicitou o movimento Zero Desperdício pela iniciativa dos livros.

IMG_ColecaoZeroDesperdicio-1024x682A edição digital das obras “A Rita encolheu. E agora?”, “A vida difícil de uma manteigueira”, “Confusão no corredor dos enlatados” e “O tio desafio” estará disponível na Biblioteca de Livros Digitais do site do PNL. Além da digitalização dos textos dos escritores , houve optimizações nestas novas versões, a destacar: a animação das ilustrações de António Jorge Gonçalves, Rodrigo Sousa, Catarina Bakker e Carla Nazareth, o acompanhamento em áudio do texto corrido bem como a introdução de ruídos sonoros descritos no texto e ainda a introdução do significado das palavras consideradas difíceis para as crianças.

“Este é o nosso contributo para a mudança comportamental”, afirmou Paula Policarpo, dirigente da Associação DariAcordar que fez um balanço do trabalho desenvolvido pelo Movimento Zero Desperdício desde 2012, um aumento de 34 para 59 receptores, sendo que em 2016 já foram distribuídas cerca de 2 798 013 refeições.

marcelo_livroinf2

O encerramento da sessão de apresentação destes livros esteve a cargo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que desde o início tem apoiado o Movimento Zero Desperdício e foi um dos importantes interlocutores para o arranque do mesmo. Por acreditar realmente no impacto que a associação teve, Marcelo irá distinguir o Movimento Zero Desperdício com a Ordem de Mérito, “porque não deve ser valorizado só o trabalho das entidades com muitos anos de história e experiência”, referiu. O presidente agradeceu o contributo de todos os parceiros e apoiantes do Movimento, sublinhando “É assim que se constrói um Portugal novo”.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -