Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Dezembro 3, 2022

Cultura em movimento no Huambo

João Angelino, no Huambo
João Angelino, no Huambo
Jornalista (Estagiário)

Poesia, teatro, festivais e movimentos literários animam na província do Huambo.

Os grupos teatrais da zona sul de Angola, província do Huambo, na cidade de Nova Lisboa, reúnem-se todas as sexta-feiras, na arena do centro da cidade para um encontro composto por debates, encenações, sugestões de leitura, música, humor e muitas outras expressões artísticas.

Segundo o Director do projecto, Nelson Nhanga, em declaração à imprenaa, informa que tal projecto tem como principal objectivo, reunir vários fazedores de artes, por formas a que haja maior intercâmbio entre os distintos artistas e que cada um se sinta profundamente intimado a partilhar os desafios e valências na sua vida como criador de arte.

O espaço denomina-se “Teatro é vida”, porque ali, na arena, reflecte-se o melhor da vida artística.

 

No âmbito do mês da mulher, a produtora Nevalflor promoções, criou o FESTEATRO MARÇO MULHER, que teve início no dia 18 de Março e prossegue até dia 01 de Abril. O evento tem como finalidade reunir os vários grupos teatrais existentes na província do Huambo, região do sul de Angola. As sessões teatrais têm lugar na Biblioteca provincial pelas 17:30. A abertura do referido Festival foi efectuada pelo Director provincial da Cultura, Dr. Venceslau Cassesse, que elogiou a iniciativa e apelou a todos os fazedores de arte a continuarem a trabalhar de modo a salvaguardar a identidade cultural angolana.

O movimento literário Lev’arte, fundado a 20 de Março de 2006 em Luanda, no exercício dos seus objectivos, realizará em Abril, no âmbito do mês da paz celebrado em Angola, uma feira de livros, sob o lema: Ler paz. A feira decorrerá de 05 à 07 de Abril, no jardim da cultura, na província do Huambo. Aproveitar-se-á a ocasião para o lançamento do livro de um dos seus membros, o escritor Demóstenes Amós Perestrello, intitulado «Pensamentos Profundos».

O objectivo, segundo o coordenador Francisco Chiguma (Chico Pobre) do movimento Lev’arte Núcleo do Huambo, é trazer para todos os cidadãos várias possibilidades para aquisição de livros, sendo que esta feira irá reunir muitos escritores angolanos, como Victor Hugo Mendes, Edgar Álvaro, Kennexiz Xavier, Jonatão Ferreira Mendonça, entre outros.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -