Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Agosto 14, 2022

Fascismo e democracia em Portugal

Pelo 43º aniversário do 25 de Abril a livraria Tigre de Papel promove uma tertúlia com duas mulheres de gerações diferentes e com diferentes olhares sobre o fascismo e a democracia em Portugal.

A data 25 de Abril será sempre uma data histórica para Portugal. Os ideais que lhe estão na génese fazem hoje, e cada vez mais, sentido no mundo em que vivemos. A liberdade de ser, pensar e fazer está sempre em risco. Só depende de nós.

Para comemorar mais um aniversário do 25 de Abril de 1974 a Tigre de Papel promove uma tertúlia sob o tema “Democracia/Fascismo | conversa com Helena Pato e Milena Pereira”. É uma conversa com duas mulheres para quem 1974 é um marco. Helena Pato renasce com a Revolução, em Abril, e 15 dias depois, Milena Pereira nasce em Grândola.

Segundo os organizadores do evento “a ideia é colocar em debate duas diferentes gerações que, por força dos 40 anos que as separam, têm naturalmente um olhar diferenciado sobre o regime fascista em Portugal, o 25 de Abril ou a edificação da democracia, do mesmo modo que a sua relação com os problemas actuais também é diferente”. 

Acrescentam ainda que “nunca como nos últimos tempos a palavra ‘fascismo’ regressou ao espaço público, (…). A crise e o aumento das desigualdades, mas também os desenvolvimentos políticos na Europa e no mundo, ajudam a explicar esse regresso que, sendo difuso e explicável por múltiplos factores, não pode deixar de nos interpelar.”

Este é, assim, um evento que não convém deixar passar em branco. A memória do que era antes e o que foi (e está a ser) depois não é para arquivar.

Democracia / Fascismo

Duas gerações distanciadas, entre si, por 40 anos. Conversa com Helena Pato, professora e activista antifascista desde o início dos anos 1960, e Milena Pereira, também professora mas com 40 anos a menos.
Terça-feira, 18 de Abril, às 18h30

Livraria Tigre de Papel
Rua de Arroios, 25, Lisboa

Entrada livre

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -