Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

“El Acompañante” nos Óscares e nos Goya

el_acompananteA película narra a história de um reconhecido jogador de boxe que é sancionado por doping e enviado para trabalhar como acompanhante de pacientes diagnosticados com o vírus HIV-SIDA num hospital de Havana. O pugilista, interpretado pelo vocalista do grupo Orishas, Yotuel Romero, terá que dar assistência a um jovem soldado que contraiu o vírus na África, durante os dias que tem permissão para deixar o centro onde está recluso.

Seleccionado pelo Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos (ICAIC), “El acompanhante”, competiu com os filmes “Bailando con Margot” (Arturo Santana, 2015); “Café Amargo” (Rigoberto Jiménez, 2015); “La Cosa Humana” (Gerardo Chijona, 2015); ‘Cuba Livre’ (Jorge Luis Sánchez, 2015); “Esteban” (Jonal Cosculluela, 2015) e “Leontina” (Rudy Mora, 2016).

“El acompanhante” foi escolhido pela “sua capacidade de comunicar eficazmente com o espectador, como demonstram os vários prémios do público alcançados em diversos festivais, a partir de uma história construída com notável eficácia narrativa, poder humanista e pelos comoventes personagens”, refere o júri do ICAIC.

Pavel Giroud
Pavel Giroud, realizador

O filme dirigido por Giroud, já obteve os prémios do público nos festivais de Toulose em França, Málaga (Espanha), Miami (Estados Unidos), entre outras distinções.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -