Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021

Encontro imaginário com Bento de Jesus Caraça, Alamada Negreiros e Júlio Dantas

Hoje, 4 de Dezembro, há novo encontro imaginário n’A Barraca, em que os interpretes serão Vasco Lourenço, Alfredo Barroso e Júlio Isidro.
Encontro imaginário com Bento de Jesus Caraça interpretado pelo militar de Abril Vasco Lourenço, Almada Negreiros pelo cronista Alfredo Barroso e Júlio Dantas pelo homem de rádio e TV Júlio Isidro.

Saiba quem são:

Bento de Jesus Caraça

Vila Viçosa, 18 de Abril de 1901 — Lisboa, 25 de Junho de 1948

Foi um matemático português, professor universitário, resistente antifascista e militante do Partido Comunista Português. Em 1941 cria a “Biblioteca Cosmos”, para edição de livros de divulgação científica e cultural, a qual publicou 114 livros, com uma tiragem global de 793 500 exemplares. Fundou a Universidade Popular na Padaria do Povo em Campo de Ourique. Em 1946 é preso pela PIDE e, em Outubro desse mesmo ano, demitido do lugar de professor catedrático do Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras. Faleceu em Lisboa, no dia 25 de Junho de 1948, vítima de doença cardíaca.

Interpretado pelo militar de Abril Vasco Lourenço

 

José Sobral de Almada Negreiros

Trindade, São Tomé e Príncipe, 7 de Abril de 1893 — Lisboa, 15 de Junho de 1970

Foi um artista multidisciplinar português que se dedicou fundamentalmente às artes plásticas (desenho, pintura, etc.) e à escrita (romance, poesia, ensaio, dramaturgia), ocupando uma posição central na primeira geração de modernistas portugueses. Aguerrido, polémico, assumiu um papel central na dinâmica do futurismo em Portugal, ficando célebre a polémica com Júlio Dantas. Personalidade incontornável, a inserção de Almada Negreiros na vida e na cultura nacionais é extremamente complexa; segundo José Augusto França, dele fica sobretudo a imagem de “português sem mestre” e, também, tragicamente, “sem discípulos”.

O cronista Alfredo Barroso apresentará este personagem único do mundo Artístico português.

Júlio Dantas

Lagos, 19 de Maio de 1876 — Lisboa, 25 de Maio de 1962

Foi um escritor, médico, político, e diplomata, que se distinguiu como um dos mais conhecidos intelectuais portugueses das primeiras décadas do século XX. Foi como dramaturgo que ficou mais conhecido, em particular pela sua peça A Ceia dos Cardeais Teve intensa vida politica na Monarquia e na República e teve a polémica com Almada Negreiros, que escreveu o Manifesto Anti-Dantas.

Interpretação do prestigiado profissional de rádio e televisão Júlio Isidro.

 

Encontros imaginários 2017

4 de Dezembro de 2017

21h30

[email protected][email protected]

213965360 | 213965275

Largo de Santos, 2
1200 – 808 Lisboa

Website do Teatro A Barraca

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -