Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Enquanto

Poema inédito de Alice Coelho

Enquanto

Enquanto o fumo passeava
Aconchegava-se o silêncio
Na voz que te serpenteava
O olhar perdido num vazio
Os passos lentos e incertos
Acariciavam o soalho polido
Entre os sorrisos encobertos
Pelo teu cabelo envelhecido.
Enquanto viajavas no tempo
Observava gestos e loucuras
Mastigava aquele movimento
Engolia o fumo que procuras.
Enquanto
Lembranças me deixarem nua

Despidas de um vento cansado
Vestidas de luar numa outra rua.

Um tempo apressa-se pausado.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -