Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Era noite e todos dormiam

Beatriz Aquino
Formada em Publicidade e Propaganda. É escritora e atriz de teatro. Nascida no Brasil a viver em Portugal.

Poema inédito de Beatriz Aquino

Era noite e todos dormiam

Era noite e todos
dormiam.
Dormiam as carpas em suas casas de aluguéis,
inquilinas coloridas do divino.

Dormiam todos.
Imóveis.
A respiração branda como a de uma criança.
Tudo era silêncio e sereno.
Espanto contido e reflexão.

E foram muitas noites assim.
As carpas, as lesmas,
o rim dos homens,
a ansiedade do carteiro,
todos descansavam da pressa do mundo.

Era noite.
E um sol tímido e mudo
nascia por trás da cortina do medo…

 


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorLua e Sol
Próximo artigoSinto……
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -