Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Agosto 2, 2021
- Publicidade -

Nome do autor

Beatriz Aquino

Formada em Publicidade e Propaganda. É escritora e atriz de teatro. Nascida no Brasil a viver em Portugal.
52 Artigos
0 COMENTÁRIOS

Música tardia

Minha esposa era professora de piano. Ensinou por anos em casa. Dedicava-se aos outros. Eu tinha ciúmes. Não dava muita atenção. Nunca quis aprender essa...

A importância de ser imprudente

Marina é uma mulher assim. Assim como muitas. Como todas as outras. Comunga aos domingos e se confessa toda quinzena. "Que é pra não...

Aurora

Poema inédito de Beatriz Aquino Aurora Aurora. Pesado é o sono dos cínicos. Crianças cantam e caminham pelas ruas. Um dia inteiro vestido de branco. Na boca dos jovens, sorrisos. Seus...

Em meio à essa terra abrupta, testemunho verbos duros

Poema inédito de Beatriz Aquino Em meio à essa terra abrupta, testemunho verbos duros Em meio à essa terra abrupta, testemunho verbos duros, conjugações que não reconheço. Faz...

A Última Valsa

Sabia que o final de um ciclo se aproximava. Suas mãos débeis e seus pés vacilantes denunciavam que era hora do fim. Ao ver aquela...

De nós esse deserto, palavras toscas e mal pronunciadas

Poema inédito de Beatriz Aquino De nós esse deserto, palavras toscas e mal pronunciadas. De nós esse aceno abrupto, esse adeus improvisado, pressa de quem dói. De nós...

A fome das coisas

11h15 da manhã de um sábado. Uma cidade pequena e preguiçosa tenta avançar pelo dia em sua letargia de província. Na praça central, algumas...

Blues para Caetano

Poema inédito de Beatriz Aquino Blues para Caetano (Lamento à Terra Brasílis) Olha, também eu vivi um amor assim delicado. Fui marcada pelas garras de um tigre. Sonhei afagar...

Baile de Debutantes

Texto inédito de Beatriz Aquino "Baile de Debutantes " 2h45 da madrugada. Carros sonolentos buzinam discretos na noite paulistana. A garoa fina é um convite para...

Travessia

Poema inédito de Beatriz Aquino Travessia Avante. Palmilhemos as trilhas de uma terra apocalíptica. Enviemos notícias do soturno caminho. Façamos a arqueologia de nossos passos. Do início dos tempos,...

Ouça

Poema inédito de Beatriz Aquino Ouça Ouça, homens carregam suas armas na calada da noite. Ameaçam a morna terra por onde pisam os pés descalços de crianças sonâmbulas. Veja, agora...

Fotografias pousam em meu ombro

Poema inédito de Beatriz Aquino Fotografias pousam em meu ombro Fotografias pousam em meu ombro. Rostos trazidos pelo vento. Vidas partidas, sonhos mutilados. Vítimas diárias de uma mão...

Te perco aqui

Poema inédito de Beatriz Aquino Te perco aqui Te perco aqui. Nessa noite fria. Nessas ruas ermas e molhadas de uma chuva fina e fria. Meus olhos fatigados da...

Acalentam-se em mim lembranças recentes

Poema inédito de Beatriz Aquino Acalentam-se em mim lembranças recentes. Acalentam-se em mim lembranças recentes. Gestos de um passado próximo. Pessoas sorrindo sem medo. Domingos sem mácula. Memórias daqueles dias...

Enquanto isso milhares morrem…

Poema inédito de Beatriz Aquino Enquanto isso milhares morrem... Esses são anos sem encanto. Woodstock nos deixou poucos herdeiros. A ditadura, não fossem o Chico e o Caetano,...

Últimas notícias

- Publicidade -