Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Evolução dos maiores construtores de automóveis (1999-2019)

A leitura deste quadro parece simples. Mas não é. E pode ser muito enganadora.

Leituras Enganadoras

Evolução dos maiores construtores de automóveis (1999-2019)

Vejamos porquê:

À primeira vista, o quadro parece indicar uma forte decadência, durante o período 1999-2019, de países como os EUA, a França, a Inglaterra e mesmo o Japão e uma ascensão vertiginosa dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia e, sobretudo, China).

Uma segunda leitura (mais informada e de grelha de leitura mais articulada) revela e mostra uma realidade contrária. A indústria automóvel foi a grande indústria-motora do modelo global saído da vitória americana na II Guerra. O automóvel e o petróleo organizaram tudo no mundo pós-1945. Organizaram a economia mas também o urbanismo e até os sonhos dos homens e mulheres… O modelo global em questão atingiu, porém, já o seu prazo de validade (daí, aliás, as aparentes incoerências da política externa americana…) e as suas indústrias-motoras deixam (deixaram) de ser… indústrias motoras!

O novo modelo global emergente (apesar de ainda ter muito por definir, nomeadamente a magna questão do seu centro hegemónico e daí o actual confronto estratégico China-USA) tem outras indústrias-motoras e novas formas de energia (veja-se neste mesmo período a evolução das maiores empresas americanas…). Portanto, automóvel e petróleo, exit! São actividades que o centro do modelo despreza agora e, consequentemente, atira para a sua periferia (onde os BRICS são campeões).

Assim, o quadro não mostra a decadência ocidental mas a queda de um modelo global (que durou cerca de seis décadas) e a emergência de um novo modelo global. E revela quem pilota essa mudança e se prepara mais activamente para ser o centro do novo modelo global (cuja hegemonia, porém, repete-se, ainda não está definida…).


Exclusivo Tornado / IntelNomics


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -