Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Há 47 anos The Beatles subiam ao telhado para o último concerto

beatles

Concerto no topo do edifício da Apple durou cerca de 40 minutos

Há precisamente 47 anos a hora de almoço em Savile Row, Londres, foi bem mais agitada do que habitualmente quando as pessoas foram surpreendidas pelo som que vinha do telhado do edifício da Apple – uma empresa propriedade dos Beatles. Afinal, eram eles próprios, os “Fab Four” que lá estavam a tocar. A agitação e engarrafamento foram enormes, obrigando à intervenção da polícia. Mesmo assim, os quatro The Beatles acompanhados de Billy Preston ainda tocaram cerca de 40 minutos, naquele que foi o seu último concerto e que foi incluído no filme “Let It Be”.

beatlesDurante esta famosa actuação The Beatles tocaram os temas “Get Back”, “Don’t Let Me Down”, “I’ve Got A Feeling”, “The One After 909” e “Dig A Pony”, perante uma multidão que se aglomerava na rua ou tentava chegar às janelas dos prédios vizinhos para ver o quarteto mais famoso da História da Música Popular. A polícia acabaria por aceder ao terraço/telhado do prédio da Apple, situado no nº3 de Savile Row, acabando com a música, mas John Lennon ainda deixaria uma famosa declaração ao público: “Gostaria de vos agradecer em nome do grupo e espero que tenhamos passado na audição”.

Mais tarde, George Harrison explicaria que “fomos para o telhado porque queríamos dar um concerto e pareceu-nos ser a solução mais simples. Estávamos curiosos para saber como as coisas iriam correr, qual seria a reacção das pessoas, até porque era algo beatlesque nunca tinha sido feito”. Mas, efectivamente, não foi a primeira vez que tal coisa foi feita, pois pouco tempo antes, a 7 de Dezembro de 1968, os Jefferson Airplane tinham também tocado num telhado de um prédio de Nova Iorque, numa actuação filmada pelo cineasta francês Jean-Luc Godard, que seria também interrompida pela polícia.

Os Beatles estavam a tocar “Get Back” quando, finalmente, os agentes da polícia conseguiram chegar ao telhado, pedindo ao técnico Mal Evans que desligasse os amplificadores das guitarras. Ele cumpriu a ordem mas, de imediato, George Harrison voltou a ligar o seu amplificador. Este famoso concerto seria incluído no filme “Let It Be”, que conta a história da gravação do álbum com o mesmo título, lançado em 1970, que seria o 13º da discografia da banda, mas também o último.

Leia outros artigos de Américo Sarmento Mascarenhas

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -