Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

Há 50 anos nasciam os Buffalo Springfield

buffalo-springfield-1
Mítica banda de Neil Young e Stephen Stills foi formada em Los Angeles

Em plena invasão da pop inglesa, a juventude norte-americana tentava responder, fundando bandas, a maior parte delas meras cópias dos grupos ingleses, com o mesmo look, acordes parecidos, mas com acento americano.

Mas foi também tempo para surgirem excepções de grande qualidade, como os Buffalo Springfield e os The Byrds. Bandas que de forma notável abordavam a sonoridade do pop/rock “made in UK”, mas faziam-no com claras referências às suas origens, combinando o rock com a folk e a country-music. Uma dessas mais relevantes bandas, os Buffalo Springfield, nasciam faz hoje precisamente 50 anos.

buffalo_springfield-3Apesar da efémera vida – os Buffalo Springfield só estiveram em actividade entre 1966 e 1968 – a banda ocupa um lugar de destaque maior na História da Música Popular, pelo pioneirismo do seu estilo e a excelência da sua música e executantes.

O grupo foi fundado em Los Angeles por dois músicos que se iriam tornar grande figuras do mundo da música, Neil Young e Stephen Stills, a que se juntaram o baterista Dewey Martin, o baixista Bruce Palmer e o guitarrista Richie Furay. Durante a sua curta existência, o grupo conheceria ainda outras formações.

O primeiro disco da banda, um single com a canção “Nowadays Clancy Can’t Even Sing”, tornou-se apenas num hit buffalo-springfield-45local da região de Los Angeles, mas em Dezembro de 1996, os Buffalo Springfield decidiram lançar “For What It’s Worth” – uma canção de protesto que se tornou então num hino político para a inquieta juventude de então, desejosa de mudanças, empenhada na luta contra a Guerra do Vietnam.

Mas “For What It’s Worth” (ver vídeo) foi também um grande sucesso discográfico com o single a vender mais de um milhão de cópias.

Mas o grupo – que tinha nas composições, guitarras e harmonias vocais da dupla Young/Stills o seu grande trunfo – editou durante os seus escassos dois anos de vida três notáveis álbuns – “Buffalo Springfield” (1966), “Buffalo Springfield Again” (1967) e “Last Time Around” (1968).

Em 2011 o grupo renasceu com Stephen Stills, Neil Young e Richie Furay (sem Palmer e Martin entretanto falecidos) para uma pequena digressão de seis concertos nos Estados Unidos. Mas esta “reunião” seria declarada definitivamente encerrada em 2012.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Boa pergunta

VER…

Além Tejo (1)

- Publicidade -