Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Fevereiro 1, 2023

Hoje

Poema inédito de Alice Coelho

Hoje.
Naquele mar azul
Colhi o último abraço
Que foi meu e teu
Trouxe-o comigo
Num só peito
O mais perfeito
E as ondas revoltas
Acorrentaram-me as mãos
Frias e abandonadas
Como gaivotas brancas
Distantes e paradas
Hoje.
A água não molhou os pés
E eu senti-te as marés.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -