Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Maio 30, 2024

Cor!

João de Almeida Santos
João de Almeida Santos
Director da Faculdade de Ciências Sociais, Educação e Administração e do Departamento de Ciência Política, Segurança e Relações Internacionais da ULHT

Poema de João de Almeida Santos
para um ROSTO (inédito) de Filipa Antunes
COR!

Regressaste
Luminosa,
Numa explosão
De cor,
Luz intensa
Que inunda
E me eleva,
Meu amor!

Vida que brota,
Cintila,
Arco-íris
Que ilumina
Da tristeza
A despedida,
Em tempo
De incerteza…
…………..
Constante
Da minha vida!

Levitas
Suspensa
Nas cores
Que te pintam,
Toco
Teu rosto
Com palavras
Que me fogem
Por ser
Tão longa
A ausência
E fugaz
A aparição…
…………..
Mas ver-te
Um segundo
Que seja…
……..
É feliz
Libertação!

Que me dás
Se tu me gritas
Esta fúlgida
Beleza?

Transbordas
De cor,
Com esses raios
De luz,
Embriaguez
Dos sentidos
Que d’excesso
Vão ficar
Tão docemente
Perdidos…

Saíste
Desse silêncio
Voando
Em girândolas
De cor
E com elas
Me levaste
Do frio
Para o calor
Com teu
Perfil
Atrevido
E com tão doce
Firmeza
Dizendo:
– “Meu amor,
Vem ter
comigo!”

Agarras-me,
Pois,
Pela cor,
Alegram-me
Esses teus olhos,
Despertas
Os meus sentidos,
E curas-me
Dessa dor…
…………
De os ver
Tão tristemente
Esquecidos!

Regressaste,
Ao meu poema
Com essa luz
Que inebria
Como sabor
D’ alfazema
Em perfume
Natural
Que respiro
Se te vejo
Ou de ti…
……………..
Chega sinal!

Regressaste,
Meu amor…


Ilustração: ROSTO (inédito) de Filipa Antunes (Aguarela e tinta-da-china. Setembro de 2017)

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -