Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

João Lourenço confirmado como cabeça de lista do MPLA

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

João Lourenço
João Lourenço, militar na reserva, é o candidato do MPLA à presidência da República, nas eleições de 2017

Está confirmado, José Eduardo dos Santos irá abandonar a liderança do país, 38 anos depois. O segundo presidente mais antigo de África, não vai candidatar-se às eleições gerais que decorrerão em Agosto do corrente ano.

A confirmação foi feita na manhã desta sexta-feira, durante uma reunião do comité central do MPLA. Durante a mesma reunião, o presidente do maior partido de Angola confirmou João Lourenço, actual vice-presidente do partido e ministro da Defesa como o cabeça de lista para as eleições que se avizinham. Bornito De Sousa, actual ministro da Administração do Território é o segundo da lista, o que corresponderá a vice-presidente da república, caso o MPLA vença as eleições.

Em Março de 2016, José Eduardo dos Santos já havia anunciado que iria abandonar a vida politica activa em 2018, sem no entanto avançar mais pormenores.

No final do ano passado, já circulava nas redes sociais um documento do Comité Central do MPLA, no qual se referiam os nomes de João Lourenço como cabeça de lista e de Bornito de Sousa como o número dois. Entretanto, os dirigentes do partido se recusavam a confirmar, o que levava muitos a pensarem que José Eduardo dos Santos seria mais uma vez o candidato daquele partido.

João Lourenço terá a missão de enfrentar fortes opositores como são os casos de Isaías Samakuva, candidato da UNITA e Abel Chivukuvuku, candidato da CASA-CE.

José Eduardo dos Santos, é o presidente de Angola desde Setembro de 1979, actualmente é o segundo presidente mais antigo de África, superado apenas pelo chefe-de-estado da Guiné Equatorial, Theodoro Obiang Nguema, que chegou à liderança daquele país um mês antes.

O autor escreve em PT Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -