Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 28, 2024

Levanto os olhos

Poema inédito de Alice Coelho

Levanto os olhos

Nele escrevo os pensamentos
Desce um manto de azul véu
Com o brilho desses momentos

Levanto os meus olhos ao vento
No provocar de um fogo ausente
No gritar em segredo de convento
Como um estar que me consente

E num colher de palavras entoadas
Onde as nuvens me dão um abraço
Semeio poemas por essas estradas
Voo e pouso a cabeça no teu regaço

E…..
Os sorrisos crescem e florescem
As estrelas reluzem entreabertas
Em janelas engaioladas cobertas
E noites escuras que amanhecem

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -