Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Macron limpa os “obstáculos” no caminho da sua recandidatura ao Eliseu

Em dois dias, dois dos principais obstáculos a um regresso de Macron à Presidência da França em 2022, foram removidos do seu caminho. Pela “Justiça”.

Hoje, sexta-feira, a notícia é:

  • “Nicolas Sarkozy inculpé pour «association de malfaiteurs»”

Ontem, quinta-feira, a notícia foi:

  • “Perquisitions chez Edouard Philippe”

Macron

Edouard Philippe

Nicolas Sarkozy

Ora, dado o deserto em que a paisagem política francesa se transformou (e que vai ainda agravar-se), Sarkozy era já visto como um autêntico “homem de Estado” (quando comparado ao “anão” Macron e outros políticos de primeiro plano). Até hoje. Até à divulgação desta decisão dos Juízes, divulgada via um muito oportuno “leak” para o Mediapart, cujo ‘patrão’, um (ex?) trotsquista e um pró-islâmico, odeia Sarkozy.

Edouard Philippe, o até há pouco primeiro-ministro, era apercebido como um homem competente e sério que muitos franceses viam já a caminho do Eliseu… Até ontem. Até chegar a notícia que os juízes lhe tinham entrado pela casa dentro à “hora do leiteiro”.

O final da semana foi, portanto, muito produtivo e profícuo para a recandidatura de Macron. Resta-lhe um obstáculo (muito superior a qualquer dos dois agora removidos): a senhora Marine Le Pen.

Marine Le Pen

Que terá a “Justiça” de Macron na manga contra Marine? E que terá Marine preparado para “atirar” à “Justiça” de Macron? E a Macron?

Única conclusão por ora possível: a França entrou num tempo de guerra de informação  (que irá até às ‘presidenciais’ de 2022) em que juízes e polícias servem como instância legitimadora dos mais letais ataques informacionais. Se esses ataques têm ou não algum tipo de fundamento, os tribunais dirão. Mas só dirão quando já for tarde e o vencedor de 2022 estiver há muito instalado no Eliseu.


Exclusivo Tornado / IntelNomics


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -