Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Junho 23, 2024

Nicho de Nossa Senhora da Nazaré

Joaquim Ribeiro
Joaquim Ribeiro
Jornalista

Foi inaugurado em Barrocas o nicho de Nossa Senhora da Nazaré. A população da aldeia da freguesia de S. Pedro da Cadeira, Torres Vedras, juntou-se em peso para este evento.Será o único local sagrado e de culto católico na localidade, já que não possui qualquer igreja ou capela. A comunidade é, no entanto, profundamente religiosa. Chega a rezar o terço na rua ou em locais improvisados, como as paragens de autocarro, mas não deixa de ter a sua fé e uma especial devoção a Nossa Senhora da Nazaré.

Essa devoção nasceu do facto de S. Pedro da Cadeira ser a única freguesia do concelho de Torres Vedras a acolher as festas e a imagem peregrina de Nossa Senhora da Nazaré, que se realiza de 17 em 17 anos numa freguesia diferente (as outras 16 estão todas nos concelhos de Mafra, Sintra ou Loures). Em 2015 e 2016 a imagem peregrina voltou a S. Pedro da Cadeira e visitou todas as aldeias da freguesia, entre as quais Barrocas.

Em maio de 2016 a população ficou especialmente tocada com essa visita, que durou um dia inteiro, porque se uniu e deu as mãos para engalanar a localidade e torná-la ainda mais bonita e digna de receber a Nossa Senhora da Nazaré. Aí nasceu o desejo de edificar algo mais permanente.

As reuniões sucederam-se e um dia surgiu uma boa notícia, que viria a concretizar-se. O casal António Benedito e Maria da Nazaré Alves Benedito decidiu oferecer um pedaço de terreno, doado à Junta de Freguesia para usufruto da população das Barrocas. Nesse local foi lançada a primeira pedra a 13 de Junho deste ano.

De então para cá uniram-se mais esforços, peditórios e iniciativas da população para angariação de fundos, ajudas da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia e a obra foi nascendo. O povo entregou a sua força de braços no empreendimento e as autarquias deram materiais e embelezaram o espaço público envolvente.

Até o presidente da Junta, Carlos Gomes, andou de joelhos e assentar pedras da calçada, dizem os populares. Este autarca e o presidente da Câmara, Carlos Bernardes, estiveram na celebração de inauguração do nicho de Nossa Senhora da Nazaré, presidida pelo pároco local, frei José Quintã, que na homilia regozijou-se, precisamente, com a dedicação de todos os que se empenharam na obra.

O povo encheu por completo o largo improvisado onde decorreu a missa campal e não arredou o pé enquanto não viu a imagem de Nossa Senhora da Nazaré, mandada fazer de propósito em pedra maciça, na sua nova morada, o nicho das Barrocas, ali à vista de todos naquele dia e no futuro aos que por ali passarem.

A terminar a tarde de festa ouviram-se poemas de Álvaro Simões e houve um lanche partilhado e muitos agradecimentos ao senhor António e à dona Nazaré, por coincidência de nome igual ao da imagem de Maria do novo nicho.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -