Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Junho 19, 2024

Novo depoimento desmente suposta morte de Santiago Maldonado

Santiago Maldonado foi visto pela última vez no dia 1 de agosto em Cushamen, província de Chubut. O ativista participava de uma manifestação em defesa da demarcação de terras do povo mapuche quando a polícia, sem mandato, reprimiu violentamente o ato. A hipótese levantada pela polícia era a de que Maldonado poderia ter morrido afogado ao tentar atravessar o rio Chubut.

No entanto uma nova testemunha desmente a versão. Um membro da comunidade contou que Santiago entrou no rio para tentar fugir da violência policial, mas não conseguiu atravessar à nado, voltando para a costa. Ele foi visto pelos policiais “e três deles desceram ao arbusto em que estava Santiago”.

Ainda segundo o relato, Maldonado foi levado a golpes para a parte de cima do barranco, onde estavam os outros policiais. Ele foi colocado em uma caminhonete “e essa foi a última vez que o vi”.

O novo testemunho será levado ao Comitê Interamericano de Direitos Humanos, organização que já havia se posicionado pedindo que o governo argentino investigue o paradeiro de Maldonado.

Texto original em português do Brasil

Exclusivo PV / Tornado

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -