Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

O campo e Eu

Delmar Gonçalves, de Moçambique
De Quelimane, República de Moçambique. Presidente do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora (CEMD) e Coordenador Literário da Editorial Minerva. Venceu o Prémio de Literatura Juvenil Ferreira de Castro em 1987; o Galardão África Today em 2006; e o Prémio Lusofonia 2017.

Poemas de Delmar Maia Gonçalves

I

“O campo e Eu”

Entre o campo e Eu
há uma ponte
segura e larga
Sobre ela
Estrelas-do-mar
me enredam.

 

II

Poeta…!
Não te esqueças nunca
que amanhã
podem
o sol e a lua
nascer
aguardando em vão
teu despertar!

 

III

Antigamente
quando não era gente
e era infeliz
porque era gente
e me sentava na esteira
porque era gente
e era humilhada
porque era gente
e era massacrada
porque era gente
e era presa
porque era gente
e era xambocada
porque era gente
e era espancada
porque era gente
e era insultada
porque era gente
e era morta
porque era gente…!

E agora já não sou mais!
E agora já não sou mais!!!
Agora
que sou gente
porque sou gente
ausentei-me
de ser gente
para ser número
para ser cifrão
para ser laboratório
para ser gente
que não é!
E perdi a voz
que tive
quando não era gente
porque era gente
Mesmo quando
tive de cantar
serenatas
com cheiro e carícias
de balas
de chumbo e pólvora!

 

IV

“Não entendo…”
Não entendo
a obscuridade plantada
no sentido das coisas
nos dias que se perfilam.

Longa tem sido
a sombra obscura
que cobre os dias

Apesar de tudo
ainda amanhece.

 

XLV

Há palavras
que são como os seixos do caminho
Há palavras
que são como o mar
E o mar companheiros,
o mar chega ao infinito!

 


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorCaminhadas
Próximo artigoMeu texto mulher
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -