Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Passeio

Poema inédito de Alice Coelho

Passeio

Passeio por entre as gentes
Piso ruas nuas e empedradas
Troco os óculos pelas lentes
Escrevo com rimas dobradas
Tropeço nas pedras da calçada
Em memórias que o vento traz
Saudade em tarde arregaçada
Num pensamento livre e fugaz.
E num tempo que se adivinha
As ondas enfurecem o teu mar
Que se descose pelas bainhas
Em panos de areia a branquear
Passeio
Por onde os pés enterram fundo
Naquele teu poema vagabundo


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -