Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Percorro

Poema inédito de Alice Coelho

Percorro

Caminhos e estradas
Ausências e silêncios
Becos e ruas cansadas
De floreados e artifícios
Avenidas longas e vazias
E as pedras das calçadas
As gavetas cheias e frias
Correntes de ar sopradas
Corpos nus em uníssono
Vidas temperadas de sal
Num ressonar sem sono
No querer ter e ser actual.
Percorro
Meu fado que me destina
Num sonho desconhecido
Desejos feitos em menina
Em sorriso doce e colorido

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorVida
Próximo artigoPoetas
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -