Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Junho 14, 2024

Rússia acusa EUA de envolvimento no golpe militar da Bolívia

M. Azancot de Menezes
M. Azancot de Menezes
PhD em Educação / Universidade de Lisboa. Timor-Leste

Já é oficial, os EUA e a Bolívia não querem que Morales e seus apoiantes participem nas eleições a ser preparadas pelos golpistas. Os vídeos das redes sociais também não enganam, com a fascista Jeanine Añez no poder, há prisões e assassinatos.

O golpe de estado na Bolívia, já o tinha afirmado neste jornal, foi protagonizado pela liderança da extrema direita, teve o envolvimento das forças armadas e o apoio do exterior.

Brasil, União Europeia e EUA aliados no apoio ao golpe militar da Bolívia

O Brasil de Jair Bolsonaro foi o primeiro a reconhecer o golpe militar. O reconhecimento brasileiro de Jeanine Añez como “nova presidente” da Bolívia foi assumido com total despudor pelo ministro das Relações Exteriores brasileiro.

A União Europeia (UE), de forma mais subtil, alegando a necessidade de novo pleito eleitoral para “apaziguar os ânimos sociais”, também seguiu o mesmo caminho que o Brasil. A Alta Representante da UE para a Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, apressou-se a declarar que a UE apoiava novas eleições na Bolívia, ou seja, Federica, ao invés de condenar, de forma escandalosa, oficializou o golpe de estado.

Federica Mogherini

Finalmente, os EUA, depois de várias evidências se tornarem públicas sobre o seu envolvimento no golpe militar da Bolívia, foi agora alvo de acusação por parte da Rússia. O responsável do Serviço de Inteligência Estrangeira (SIE), sem papas na língua, acusou os EUA de envolvimento no golpe militar da Bolívia.

Sergey Narishkin, director do SIE, no canal russo Sptunik, declarou no passado dia 23 que os EUA estão envolvidos na crise política da Bolívia e no golpe de estado que obrigou Evo Morales a renunciar.

Esta acusação de Narishkin, segue-se às declarações públicas de Sergei Ryabkov, Vice-Chanceler russo, ao afirmar que tudo o que se passou antecipadamente “à troca de poder na Bolívia nós consideramos como actos equivalentes de facto a um golpe de Estado”, portanto, não tenhamos dúvidas, se somarmos também outras evidências, está demonstrado o envolvimento dos EUA no processo de preparação e de consumação do golpe.

Sergey Narishkin – Director do Serviço de Inteligência Exterior da Rússia

Mas, se dúvidas ainda restassem em relação à acusação da secreta Rússia, principalmente para os mais cépticos, o Secretário de Estado dos EUA encarregou-se de o confirmar porque, em declarações públicas no passado dia 21, Pompeo prometeu o apoio de Washington ao governo fantoche da auto-proclamada presidente.

O que é ainda mais gritante no posicionamento dos EUA liderado por Trump em relação às eleições que estão a ser preparadas pelos golpistas é o facto de Pompeo ter declarado que Evo Morales e os seus apoiantes devem ficar fora do processo eleitoral, com a alegação de que poderia haver “manipulação de votos”.

Michael Pompeo –Secretário de Estado dos EUA

Esta ingerência dos EUA no processo interno boliviano, em violação do direito internacional e da carta da ONU, como já aconteceu noutros países, é totalmente descabida porque até ao momento nenhuma organização internacional conseguiu provar ter havido fraude nas eleições do dia 20 de Outubro.

É bom notar que Pompeo também tem ligações à secreta dos EUA. Michael Pompeo, militante do Partido Republicano, antes de assumir funções como Secretário de Estado sob nomeação de Donald Trump, foi empresário e trabalhou para a CIA norte-americana entre 2017 e 2018.

Auto-proclamada presidente da Bolívia vai promulgar lei para anular as eleições de 20 de Outubro e impedir reeleição de Evo Morales

Em total sintonia com os desejos dos EUA, mais uma evidência da cumplicidade deste país no golpe militar, sem qualquer quórum, sem qualquer legitimidade e legalidade, Ánez, a auto-proclamada presidente da Bolívia, referiu que irá promulgar a nova lei para anular as eleições de 20 de Outubro.

A Câmara de Deputados “aprovou” este Sábado  a lei intitulada “Regime excepcional e de transição para a realização de eleições gerais”. O mais triste e ridículo é que o presidente da Câmara Baixa anunciou no plenário que o documento “foi aprovado por unanimidade”, um projecto que antes foi “aprovado” pelo Senado, contudo, note-se, teria que incluir os votos favoráveis dos deputados apoiantes de Evo Morales (!).

A nova lei anula os resultados das últimas eleições que deram uma vitória a Morales, com cerca de 47% dos votos, sem qualquer indício de fraude comprovada, e determina novas eleições. Mas, tal como era previsível pelas movimentações dos golpistas, com esta nova lei, Evo Morales não poderá voltar a concorrer à presidência.

A estratégia da auto-proclamada presidente da Bolívia, para além de querer impedir Evo Morales de candidatar-se às novas eleições que estão a ser preparadas pelos golpistas,  com o apoio da União Europeia, Brasil e EUA, tem como objectivo acusar e tentar incriminar Morales como terrorista internacional.

Mais do que isso, conforme é referido pelo próprio Camacho, líder da ultra-direita da Bolívia, há uma perseguição e ódio contra Evo Morales e todos os deputados do MAS (Movimento para o Socialismo).

 

CLARO QUE SI…..!!!
PROCESOS PENALES A TODOS ..!!
AL PERRO, AL GATO, AL LORO, AL PAYASO , AL LAGARTO JUANCHO, A TOM Y JERRY , A POCOYO Y A FIRULAYS….!!!!!
PERO POR FABOR…!!!
PRIMERO VOS CAMACHO , MESA Y AÑEZ POR TODA LA SANGRE QUE OCACIONARON HE ISISERON LLORAR SANGRE A LA GENTE MAS HUMILDE..!!!
PAZ PARA BOLIVIA….!!!!

Publicado por José Guillermo Ponce em Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Milhares de feridos, 800 presos, massacres e 34 mortos comprovados

Para além das movimentações diplomáticas e políticas para consolidação do golpe militar na Bolívia, como se sabe, planeado há algum tempo pelos EUA e Brasil, paralelamente, prosseguem as perseguições, prisões e manifestações de repúdio ao golpe de Estado.

A polícia e as forças armadas, desde o início do golpe, tentaram com violência impedir as manifestações de agricultores e indígenas, usando gás lacrimogéneo e balas, verdades impossíveis de serem caladas porque existem imensos filmes a circular pelas redes sociais.

 

QUE ES ESTO…!!!
ESTAMOS PEOR QUE LAS DICTADURAS MILITARES ATROPELLANDO A L PUEBLO…!!!
LE QUEDO MUY GRANDE EL CARGO SEÑORA AÑES, ..MIRE COMO MALTRATA AL PUEBLO, Y NI SIQUIERA RESPETAN A LOS MUERTOS…!!!
EL 21 F…MARCHARON CON TAL LIBERTAD, Y AHORA QUE RECLAMAN JUSTICIA, LOS REPRIMEN ASI…!!!!
ESTEN CONTENTOS SEÑORES , MESA Y CAMACHO …MIREN LO QUE AN LOGRADO…!!!
HACER LLORAR SANGRE AL PUEBLO…!!!
PAZ PARA BOLIVIA………!!!!!

Publicado por José Guillermo Ponce em Quinta-feira, 21 de novembro de 2019

 

 

LA DEMOCRACIA DE CAMACHO, MESA, Y AÑES…!!!
BASTA DE REPRIMIR AL PUEBLO..!!!!
SOLO FUERON A PEDIR JUSTICIA POR TODOS LOS MUERTOS DE SENKATA.
PAZ PARA BOLIVIA…!!!

Publicado por José Guillermo Ponce em Quinta-feira, 21 de novembro de 2019

 

#LaPaz
MILITARES REPRIMIENDO ESTABAN DETENIENDO A PERSONAS QUE MARCHABAN JUNTO A SUS DIFUNTOS… ESTO YA ES UNA CASERIA … NO HAY DERECHO NI A HACER UNA MARCHA … NO VI NADA DE BANDALISMO DONDE PUEDAN MENTIR ESTE GOBIERNO DE FACTO!!!! RESPETEN BASTA DE REPRIMIR !!!!!
BASTA DE ASESINAR !!!

Publicado por Alison Ponce Sarzuri em Quinta-feira, 21 de novembro de 2019

 

Segundo informações provenientes de várias fontes confirmam-se milhares de feridos, mais de 800 detenções, dois massacres identificados, o último ocorrido em El Alto e que provou nove mortos, para além de 34 mortos confirmados oficialmente.

Gritos de socorro, totalmente impotentes, provenientes de pessoas simples do povo, algumas de idade já avançada, mostrando o sofrimento do povo boliviano, chocam com a indiferença dos golpistas e dos países defensores do neoliberalismo que sopram mais forte. Os interesses económicos e geoestratégicos falam mais alto!

 

QUE CASUALIDAD NO???
JUSTO APARECE AUDIOS , CUANDO HAY MUERTOS EN SENKATA Y NO.LO PUEDEN TAPAR…!!!!
LA GENTE HUMILDE EL PUEBLO NO MIENTE…!!!!
LA O.E.A. YA LES PUSO LOS PUNTOS A LA SRA. AÑEZ, POR TODO LO QUE ESTA PASANDO Y SE TENDRA QUE HACER CARGO DE TODO, JUNTO A MESA, CAMACHO Y SUS ENTORNOS..!!
PAZ PARA BOLIVIA.
PAZ PARA BOLIVIA…!!!

Publicado por José Guillermo Ponce em Quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Denúncia do golpe militar vem do povo e de forma desesperada

Depoimentos diversos demonstram que a resistência ao golpe militar continua, tem âmbito nacional e, é importante destacar este aspecto, é apartidária.

Trata-se da mobilização do povo da Bolívia que não se revê nos princípios preconizados pela extrema direita instalada no poder e exigem o cumprimento da constituição.

Há uma declaração impressionante de uma jovem boliviana, Alison Coronel, visível em um dos filmes que circula pelas redes sociais. Esta jovem, sem receios, com uma atitude muito corajosa, convictamente nacionalista, sem assumir qualquer tipo de partidarismo, denuncia que houve um golpe de Estado.

A resistente defende sem acanhamento os explorados da Bolívia, em particular os indígenas, e a importância da luta ao afirmar, “nós não somos do MAS..somos gente enojada”.

Esta mulher corajosa afirma igualmente que a bandeira que ostenta, colorida, “não é do MAS”.. “é dos índígenas que não lutaram 20 dias, mas anos, décadas!”

 

#Alison_Coronel 💪🇧🇴 #Prensa_Boliviana_Vendida🤐🤐🤬#Golpe_de_Estado_en_Bolivia
“La prensa nacional está mostrando que el país está tranquilo, está normal, ya no pasa nada. No es así”.

Publicado por Hernán Flores em Sexta-feira, 15 de novembro de 2019

 

Uma outra jovem, totalmente desesperada, em lágrimas, ao lado de vários corpos, clama por justiça e denuncia a situação no país.

É possível ver e ouvir os gritos de desespero: “Isto é ditadura! Estão nos matando..!”

 

JUSTICIAAAAAA!!!!

Publicado por Alison Ponce Sarzuri em Quinta-feira, 21 de novembro de 2019


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -