Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Maio 24, 2022

Saúde de Edem Bekirov, recluso tártaro da Crimeia, em risco

ACÇÃO URGENTE   Edem Bekirov está dependente de uma cadeira de rodas e tem sérios problemas saúde que necessitam de cuidados médicos especializados que não estão disponíveis no centro de detenção onde se encontra.

Edem Bekirov, um tártaro da Crimeia, encontra-se preso em Simferopol, desde da sua detenção pelas forças de segurança russas no dia 12 de Dezembro de 2018. Edem Bekirov está dependente de uma cadeira de rodas e tem sérios problemas saúde que necessitam de cuidados médicos especializados que não estão disponíveis no centro de detenção onde se encontra. Depois da última visita, no dia 24 de maio, o seu advogado relatou a grave deterioração do seu estado de saúde, que levanta preocupações em relação à sua sobrevivência.

Participe nesta acção

Envie um apelo escrito nas suas próprias palavras ou use este modelo de carta, até 12 de Julho de 2019.

 

Major General Vadim V. Bulgakov
Chefe da Direcção do Serviço Prisional Federal da Crimeia
Ul. Gagarina 18-a
Simferopol
Crimea
Email: [email protected] / [email protected]

Exmo. Senhor Major-general,

Escrevo-lhe para expressar a minha preocupação em relação à deterioração do estado de saúde de Edem Bekirov que se encontra actualmente detido em Simferopol SIZO, depois de ter sido preso no dia 12 de Dezembro de 2018, enquanto visitava a sua mãe na Crimeia.

Edem Bekirov, dependente de uma cadeira de rodas, encontra-se num centro de detenção que não é adequado a uma pessoa portadora de deficiência e que o impede de respirar ar fresco ou de ter acesso a cuidados básicos de higiene. Para além disso, Edem tem vários problemas de saúde, incluindo diabetes, uma ferida aberta na perna amputada e problemas de coração após ter sofrido um ataque cardíaco, pelo que necessita de cuidados médicos especializados e constantes que não estão disponíveis neste centro de detenção. Após a mais recente visita, no dia 24 de maio, o advogado de Edem Bekirov relatou a visível degradação do seu estado de saúde, que suscita preocupações não apenas pelo seu bem-estar, mas pela sua vida. A família de Edem está extremamente preocupada pelas condições desumanas em que este se encontra, assim como pela falta de assistência médica e tratamento desadequado que coloca a sua vida em risco.

As condições nas quais Edem Bekirov se encontra, incluindo a falta de cuidados médicos de que necessita, violam os seus direitos humanos, colocam a sua vida em risco e representam tratamento desumano e degradante.

Por isso, apelo a V.Exa. para que garanta que Edem Bekirov recebe com urgência os cuidados médicos necessários, incluindo num hospital independente do sistema prisional, caso estes cuidados não estejam disponíveis no local onde se encontra detido.

Atentamente,

 

Edem Bekirov é membro da minoria étnica dos tártaros da Crimeia na Ucrânia. Parte da sua família ainda vive na península da Crimeia, que foi ocupada e anexada pela Rússia em 2014. No dia 12 de dezembro de 2018, Edem Bekirov foi visitar a mãe e familiares à Crimeia quando foi detido pelas forças de segurança russas. Após a detenção, foi submetido a tratamentos desumanos e degradantes, privado de cuidados médicos, comida e bebida durante dois dias e viu o seu direito a um julgamento justo violado. Foi acusado de posse e transferência de explosivos e munições. Estas acusações são frequentemente usadas pelas autoridades policiais russas para atacar indivíduos arbitrariamente, particularmente no contexto de processos politicamente motivados. Edem Bekirov mantém a sua inocência.

Desde o início da ocupação e da anexação ilegal da Crimeia pela Federação Russa em 2014, a Amnistia Internacional tem denunciado a perseguição sistemática da comunidade tártara da Crimeia pelas autoridades caso de Edem Bekirov, assim como o de outros tártaros da Crimeia, atraiu a atenção da comunidade internacional e foi abordado publicamente por organismos internacionais como o Conselho da Europa e a União Europeia.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -