Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Gerês, Santuário de São Bento da Porta Aberta

dias antes da Grande Romaria de São Bento da Porta Aberta. apesar do tempo de pandemia em que vivemos, havia muita gente.  24 horas por dia.

deu para descansar, pensar e orar. alimentar o corpo e a alma – tudo com a serra e o rio do Gerês como pano de fundo. freguesia do Rio Caldo.

Mais do que dizer ou escrever, ficam aqui as imagens.

 

Santuário

depois de Fátima, é o santuário que recebe mais peregrinos e visitantes em Portugal.

a entrada, a porta, a via sacra e a chegada ao topo

Cripta

sem palavras… bem, não é bem assim. há palavras sim! extraordinário trabalho do arquitecto Luís Cunha. espaço aberto, em comunhão com a natureza e espiritualizada que o local exige mesmo para os não católicos. a serra e o rio são, por si só, de louvar, e este espaço de oração leva-nos para outra dimensão.

o acesso, o exterior, o interior, o tecto, sim, o tecto, vale a pena olhar para cima e admirar a construção em madeira e a sua simplicidade, que nos transposta para um imaginário não muito católico, mas ainda assim interessante, dos bastidores dos teatros. o altar

 

Azulejos

pintados por Querubim Lapa (mestre ceramista, pintor e escultor). são azulejos que retratam episódios da vida de S. Bento. a beleza da pintura é de admirar, assim como o local onde estes se encontram, não lhes é indiferente. assim, de repente, o que me trás à mente são os templos budistas – espaço aberto, natureza e religião via cultura ou cultura por via de religião

cada episódio tem a sua explicação (aqui não a colocamos), mas pode apreciar localmente ou no site do santuário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Envolvente dos azulejos…

a tranquilidade e paz do local

 

 

 

 

 

 

 

Espaços especiais

ou talvez não, mas ainda assim, dignos de registo para a posteridade

a serra, o rio, a natureza, tudo contando também com a parte arquitectónica

 

E visto do outro lado da estrada…

da parte do alojamento, a vista é um pouco mais elevada, mas ainda assim, bonita, ou talvez por isso

 

 

 

 

 


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -