Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Janeiro 18, 2022

SJ quer nomes dos que terão recebido pagamentos do GES

Ges

 

Em causa estarão pagamentos do chamado «saco azul do GES», um fundo do Grupo Espírito Santo usado durante mais de 20 anos para efectuar pagamentos não declarados a várias personalidades das mais diversas áreas de actividade.

Segundo um comunicado divulgado no site do Sindicato dos Jornalistas (SJ), aquele organismo «insta a que sejam revelados os nomes dos mencionados “jornalistas”, à semelhança do que tem acontecido, aliás, com outros profissionais, de forma a poder actuar em conformidade nos casos que, e se, vierem a ser provados».

Para o sindicato, «a credibilidade do jornalismo é fundamental em democracia e não podemos deixar que ela seja minada por suspeitas cuja existência ainda está por provar, nem permitir que toda uma classe fique sob suspeita».

 

SJ escreveu ao director do Expresso a solicitar a revelação dos nomes

O SJ anuncia também ter já escrito ao director do Expresso a solicitar esclarecimentos, «lamentando que o semanário tenha posto em causa todos os jornalistas, ao não identificar aqueles que, segundo afirma, constarão de uma lista de alegados envolvidos numa investigação ao Grupo Espírito Santo (GES)».

Recorde-se que o Expresso noticiou, na sua edição de 23 de Abril de 2016, que está na posse de uma lista de nomes que estarão envolvidos em pagamentos do off-shore do Grupo Espírito Santo, no âmbito dos Panama Papers, a investigação do consórcio internacional de jornalistas do qual aquele jornal faz parte

Nessa lista, constarão, segundo o jornal, nomes de políticos, empresários e também jornalistas. O off-shore do GES – a ES Enterprises – já é conhecido como o «saco azul» daquele grupo empresarial e terá servido para efectuar pagamentos não declarados a diversas personalidades durante mais de 20 anos.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

In fraudem legis

Crise avança com Bolsonaro

Clube Bilderberg

Titãs cantam: “Comida”

- Publicidade -