Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sábado, Outubro 23, 2021

UNITA desmente MPLA

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

unita

Alberto Ngalanela, secretário provincial da UNITA em Benguela, disse na passada terça-feira que não correspondem à verdade as informações postas a circular pelos órgãos de comunicação públicos, que dão conta do ingresso de mais de 2500 cidadãos no MPLA, alegadamente saídos da UNITA.

A imprensa pública avança que estes factos ocorreram nos municípios do Cubal e Ganda, mas o responsável do partido do galo negro na terra das acácias rubras que recentemente fez uma incursão nos mesmos municípios, negou tais factos, acrescentando que recentemente os militantes do seu partido naqueles dois municípios foram alvos de actos de intolerância política praticados pelo MPLA, e que não houve nenhum desfalque nas estatísticas do seu partido naqueles e noutros municípios da província.

Nos últimos tempos, têm sido recorrentes informações deste género, vinculados principalmente pelos órgãos de comunicação social públicos, e o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, durante uma entrevista à Televisão Pública de Angola (TPA), aconselhou os profissionais daquele órgão a informarem os telespectadores com veracidade e responsabilidade.

Para o presidente da UNITA, a TPA tem mentido aos angolanos, pois os seus militantes não se têm rendido ao MPLA, Samakuva acrescentou afirmando mesmo que diariamente o seu partido recebe vários militantes vindos do partido liderado por José Eduardo dos Santos, mas que a TPA e outros órgãos públicos não passam nos seus serviços noticiosos.

O autor escreve em PT Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -