Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Junho 16, 2024

Voo

Poema inédito de Alice Coelho

Voei em fuga destrambelhada
Percorri trilhos empedrados
Rasguei-me perdida de saudade
Senti a minha e a tua liberdade
E em mares de paixão salgados
E espuma de lágrimas cansadas
Espero a doce brisa dos sorrisos
As palavras que não escrevemos
Os sonhos onde não cabemos
Mas que em noites estreladas
Convertemos
Em voos ou em sinais
Momentos especiais
Rasgo o azul do céu
Voei.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anterior
Próximo artigo
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -