Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Alongo o olhar

Poema inédito de Alice Coelho

Alongo o olhar

Alongo o olhar
Espero a Primavera.
Está para chegar
Presa a uma quimera
Alongo os braços
Espero encontrar
Um mundo de abraços
E amor para dar
Alongo as palavras
Em língua afilada
Silêncio que lavras
Em tua boca calada
Alongo a distância
Em vibrações constantes
Aromas em abundância
Com vogais e consoantes
Alongo as incertezas
De céus espezinhados
Futuros em miudezas
E sorrisos debochados.


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -