Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021
- Publicidade -

Categoria

Ensaio

Insurreição pernambucana: a pátria restaurada

A primeira vez que a palavra “pátria” foi usada em um documento público em terra brasileira foi no pacto assinado em 15 de maio...

Bandeirantes: repressão a quilombos e recuo do meridiano

A derrota dos bandeirantes em M´Bororé não os tornou inativos. Eles deixaram de atacar as reduções do território das Missões, ou Sete Povos de...

Bandeirantes, caçadores de índios, derrotados em M’Bororé

Os bandeirantes se tornaram, com o tempo, uma milícia paramilitar dedicada principalmente a sequestrar índios para escravizá-los, combater os nativos revoltados contra o domínio...

Wilhelm Meister, Os Anos de Aprendizagem

Fulgurações de Mignon O romance de Wilhelm Meister, tal como o drama de Fausto, foram obras que acompanharam Goethe ao longo da sua vida, dos...

Os bandeirantes, caçadores de índios e negros, alargadores do Brasil

Quem foi Domingos Jorge Velho, o especialista na guerra do mato mobilizado pelo governador da capitania de Pernambuco contra Palmares? Há um retrato dele, feito...

Engels: a compreensão da história deve se basear no que aconteceu

O conhecimento da história deve resultar de pesquisas rigorosas e detalhadas sobre os fatos acontecidos e o esforço para compreender o encadeamento que há...

José Manuel Castanheira, Fausto de Pessoa, livro de Artista

José Manuel Castanheira: Fausto revisitado em Mefisto... O mito de Fausto, que no século XVI pela mão de Marlowe adquiriu dimensão universal foi ampliado com Goethe...

Engels, história e entrechoque de múltiplos interesses

Engels rejeita qualquer negativismo para compreender a história; ele responsabiliza a ação humana para a solução dos problemas. No entrechoque de vontades e interesses, a...

Marx: os homens fazem a história, mas não escolhem como

Marx e Engels escreveram, no livro “A Sagrada Família“, publicado em 1844, que os homens fazem sua história; era uma crítica aos jovens hegelianos...

Marx e a concepção materialista da história

Desde seus primeiros escritos Marx e Engels compreenderam que não há história sem a ação do ser humano, sem a praxis humana. Hegel havia partido...

Afinal o que que ficou no Éden?

Um inédito, com que fecho os Sintomas II, enquanto o meu word aguenta... Conclui afinal o que ficara por dizer no ensaio do dizer o...

Hegel, o materialismo ao alcance da mão

Georg Wilhelm Friedrich Hegel deu um passo decisivo no rumo da compreensão da história como ciência; ele compreendeu o processo histórico como um movimento...

Kant, progresso, liberdade individual e providência

Em Kant, que escreveu no século 18 (viveu entre 1724 e 1804), há uma mescla entre a visão providencialista e a ideia de progresso....

História e providência divina

A concepção providencialista da história continuava sendo mística e sem espaço para a intervenção humana em seu curso. Mesmo assim foi um passo adiante...

O nazismo e a conjuntura europeia da revolução proletária

Na era da revolução proletária, o fascismo (e sua versão alemã, o nazismo) foi a reação brutal das classes proprietárias. Há muitas tentativas para explicar...
- Publicidade-

Últimas notícias

- Publicidade-