Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Outubro 26, 2021

“Chapelada” nas eleições em Timor-Leste?

João de Sousa
Jornalista, Director do Jornal Tornado

Um rumor com fortes probabilidades de vir a tornar-se um facto do conhecimento público é o do alegado “desaparecimento” de cinco a sete urnas de voto da jurisdição eleitoral de Dili.Segundo consta, Xanana Gusmão está furioso e é provável que realize uma conferência de imprensa, hoje ou nos próximos dias, para apresentar de forma veemente um protesto público. Correm ainda rumores de milhares de votos comprados e outros atropelos vários à verdade e justiça dos resultados eleitorais.

A confirmar-se “o desaparecimento” as eleições deverão ser anuladas. Se assim acontecer o cenário previsível, segundo analistas políticos ouvidos pelo Jornal Tornado, deverá ser o de uma coligação CNRT, PLP, PD e KHUNTO. A FRETILIN ficará isolada na oposição.

Que terão a dizer, sobre este assunto, os observadores internacionais que estiveram presentes durante o processo eleitoral em Timor-Leste? Em especial os da União Europeia, que tanto elogiaram o processo eleitoral?

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -