Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Contradições dos dias que vivemos

Carlos Luna, em Estremoz
Professor de História, Investigador

Soneto de Carlos Eduardo da Cruz Luna

Contradições dos dias que vivemos

Dias ‘stranhos estes em que vivemos,
em que, sabendo qu’ o fim s’ aproxima,
razões p’ra muit’ alegria não temos
por tanta mort’ haver que se lastima!

As notícias que por agora vemos,
e que de rompão nos caem em cima,
mostram não só tud’ o que mais tememos,
mas também da cura que s’ aproxima…

Indefesos com’ antes nossos avós,
com máscaras a servirem de farda,
murmuramos todos a uma só voz;

bendirta vacina que tanto tarda,
p’ra fazer surgir, a bem de todos nós,
um qualquer infern’ em q’o vírus arda!


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorTe perco aqui
Próximo artigoCaminhadas
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -