Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Janeiro 26, 2022

Em busca da cura

Carlos Luna, em Estremoz
Professor de História, Investigador

Soneto de Carlos Eduardo da Cruz Luna

Em busca da cura

Tempos novos já vistos noutras eras,
dramas do dia-a-dia sem resposta,
naturez’ hostil mas sem grandes feras,
desespero de quem com o p’rig’ arrosta!

Dizia-se serem puras quimeras,
agouros de quem só no mal aposta,
ver voltar as agruras mais severas
de cujas memórias ninguém gosta…

Nem tudo sucede da form’ antiga
pois a ‘sp’rança, mais que nunca, não morre,
e não tarda qu’ a cura se consiga!

Honre-se quem neste momento corre,
buscand’ a poção de todos amiga,
que dê fim ao medo que nos percorre!

 


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorOutro
Próximo artigoSítios
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -