Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

Escuto

Poema inédito de Alice Coelho

Escuto

A doce brisa de um vento frio
E arrepio
O rebentar das ondas do mar
A voz rouca numa noite escura
Os cânticos de sereias ao luar
A tua nudez dentro da loucura
Escuto
O brilho das luzes em conversa
E dispersa
O cair da chuva a bater na janela
O poema que desliza pelo corpo
O desordenado bater da chinela
O sentido que move uma ternura
O gesto que cruza numa esquina
O sorriso melodioso e tão traquina
Escuto
Os teus passos leves e apressados
Ousados e ritmados


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Boa pergunta

VER…

Além Tejo (1)

- Publicidade -