Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Julho 6, 2022

Feira de Caça, Pesca e Natureza

Joaquim Ribeiro
Joaquim Ribeiro
Jornalista

feira-natureza

 

A Oeste Natura – Feira de Caça, Pesca e Natureza de Torres Vedras tem lugar este ano na freguesia do Turcifal. A apresentação do certame decorreu no Centro Interpretativo da Área de Paisagem Protegida das Serras do Socorro e Archeira.

O evento realizava-se de dois em dois anos mas passou a ser anual, através de uma comissão que integra a Câmara Municipal de Torres Vedras, as Juntas de Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães e Turcifal, a Oeste Caça – Federação das Zonas de Caça do Oeste e a ADRC Bordinheira.

“Queremos aprofundar a relação com esta zona e o ar livre e a gestão da caça tem aqui um papel importante”, referiu o presidente da Câmara durante a apresentação, que destacou o crescimento do certame de ano para ano.

“O evento dura três dias e pretende potenciar os recursos naturais do concelho de Torres Vedras”, acrescentou Carlos Bernardes.

Para Joaquim Faustino, presidente da Oeste Caça (federação de caçadores que vai de Leiria à Caparica, com cerca de 17 mil associados), seria importante que as outras Juntas de Freguesia se juntassem à iniciativa, na medida em que “é uma feira muito abrangente e a parceria criada com várias entidades foi uma aposta ganha”.

Francisco Martins, presidente da Junta de Santa Maria, São Pedro e Matacães, destacou a atração de muitos visitantes de fora do concelho a esta feira. Já Filipe Santos, presidente da Junta do Turcifal, mostrou-se satisfeito por receber no seu território um certame que é cada vez mais de âmbito nacional.

Filipe Ferreira, da associação da Bordinheira, está na organização devido à sua experiência na área da pesca. “Vamos ter representadas as melhores marcas de artigos de pesca a nível mundial e os próprios pescadores ficaram encantados com a realização desta feira”, disse o dirigente.

Quanto ao programa, no dia 3, sexta-feira, a feira é inaugurada às 18 horas e segue-se a actuação do Rancho Folclórico da Mugideira. No fim-de-semana há uma prova de Santo Huberto; passeios pedestres; demonstrações de pombos de negaça e aves de rapina; concurso de matilhas, cães de parar, podengos e cachorros coelheiros; animação com acordeonistas; um espectáculo equestre com sevilhanas; convívio de pesca de mar; caça ao lixo; passeio equestre; e ainda um torneio de futebol juvenil.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

Caminhar

Titãs cantam: “Comida”

Boa pergunta

- Publicidade -