Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Julho 14, 2024

Italianos testam novas aeronaves

Exercício da NATO “Trident Juncture 2015”

It.A.F. Predator B

Na base aérea da Trapani, em Itália, a força aérea italiana tem experimentado nos últimos dias, diversas aeronaves não tripuladas, com o principal objectivo de testar a sua funcionalidade e eficácia. O objectivo principal será preparar uma ofensiva contra o Estado Islâmico (EI), ainda que os responsáveis da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) não o confirmem.

As diversas aeronaves que têm sido testadas pelos militares italianos são tripuladas através de um computador a partir do solo. E podem ser utilizadas em missões de inteligência, vigilância, reconhecimento e em ataques aéreos.

“A força aérea italiana dispõe de diversas aeronaves não tripuladas que têm vindo a ser testadas com eficácia ao longo dos últimos 10 anos e estamos capacitados para qualquer missão militar que nos seja solicitada”, afirma o coronel Andrea Argieri, comandante da 32.ª companhia aérea de Almendola (Itália).

A aeronave que aparece na imagem é o MQ-1 Predator e tem uma capacidade para actuar durante 24 horas a oito mil metros de altitude, proporcionando fotos de vídeos de alta resolução, uma vez que utiliza sensores ópticos infravermelhos.

Além de poderem fazer um rastreio do terreno com eficácia, estas aeronaves não tripuladas também permitem participar activamente em operações militares efectivas e específicas.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -