Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Mulher

Delmar Gonçalves, de Moçambique
De Quelimane, República de Moçambique. Presidente do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora (CEMD) e Coordenador Literário da Editorial Minerva. Venceu o Prémio de Literatura Juvenil Ferreira de Castro em 1987; o Galardão África Today em 2006; e o Prémio Lusofonia 2017.

Poemas inéditos de Delmar Maia Gonçalves

“Mulher”

IV

Algo me chama para ti
algo me impele para ti
Será o teu olhar
será a tua voz
será o teu corpo
será o teu espírito?
Não sei…
Algo me atrai para ti
Tudo em ti é chama
tudo em ti é chamamento
tudo em ti é convite
e eu amo-te!

XII

Mulher
No teu corpo
construí
uma ilha!

XIII

Teu amor
é  de água e fogo
Um engole-me
outro devora-me!


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante  subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorO quântico
Próximo artigoOs passos
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -