Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Setembro 20, 2021

Ouça

Beatriz Aquino
Formada em Publicidade e Propaganda. É escritora e atriz de teatro. Nascida no Brasil a viver em Portugal.

Poema inédito de Beatriz Aquino

Ouça

Ouça,
homens carregam suas armas na calada da noite.
Ameaçam a morna terra por onde pisam os pés descalços de crianças sonâmbulas.

Veja,
agora venta nos dois hemisférios.
Do alto dos Andes, se espera a soturna hora para soprar flautas douradas.

Veja, tudo aqui desbota.
Trazemos duzentos anos em cada pálpebra.
Da Ilha de Páscoa à Chichén Itza, estátuas caídas contam histórias de seres longínquos.
Ecos de pedra, traços de fogo, sal.

Veja, a poeira não apaga os passos da história.
Lagos e mares adormecem relíquias e vozes.
Estamos à um passo do impensável.

Ouça,
o canto das horas nos atravessa.
E há de tornar todo coração lírico e sábio.

E veremos enfim, saciados da longeva ignorância,
que os anjos não possuíam asas,
e que os deuses,
eram apenas homens que sonhavam…


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorRoubar com grandeza
Próximo artigo(Não)
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -