Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 17, 2021

Passos Coelho insiste em formar Governo

Pedro Passos Coelho“Está na hora do PS aceitar a derrota que teve nas eleições”

“Não tenciono ter mais nenhuma reunião com o Partido Socialista para fazer de conta que estamos a procurar um resultado”, disse hoje o líder do PSD durante uma iniciativa do concertação social. E sobre as duas reuniões que a coligação PSD/CDS já teve com o PS, enviou uma mensagem a António Costa: “está na hora do PS aceitar a derrota que teve nas eleições”.

Passos Coelho repetiu que a negociação não teve nenhuma resposta positiva do lado do PS “para poder contribuir, com humildade também, e com responsabilidade de criar condições para que o governo que ganhou as eleições em 4 de Outubro possa dar aos portugueses um caminho de estabilidade política e económica”.

Passos falou num tom duro e irritado mas de forma muito firme e convicta de que tem todas as condições para ser indigitado pelo Presidente da República para formar Governo. Mas foi bem claro ao atribuir a falta de vontade política a António Costa. “Não vamos virar os resultados das eleições do avesso e governar com o programa do PS”, disse.

Para Passos Coelho o líder socialista está a fazer chantagem política. “Não podemos sujeitar o país a uma espécie de chantagem política que inverte ou perverte o resultado das eleições. Não aceitarei que o país fique refém deste jogo político-partidário”, declarou. O presidente do PSD terminou a curta declaração a dizer que respeitará as competências do Presidente da República e aceitará as suas decisões.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -