Diário
Director

Independente
João de Sousa

Terça-feira, Novembro 30, 2021

As ruínas de Miróbriga

mirobriga-ruinas
mirobriga-ruinas

A sugestão desta semana para um passeio com história situa-se a Sul, na cidade de Santiago do Cacém.

O Sítio Arqueológico de Miróbriga, considerado o mais importante depois de Conímbriga, albergou um povoado que surgiu durante o Bronze Final e a Idade do Ferro (séculos VI-I a.C.) e permaneceu até ao século IV d.C.

Contemporâneo da Citânia de Briteiros, a nossa sugestão de Passeios com História da passada semana.

Estas ruínas, referenciadas desde o século XVI, estão assentes sobre uma elevação provida de estruturas de defesa, numa zona de visibilidade favorecida, o que permitia o controle territorial de uma vasta região, que conta com vários “recursos agrícolas, marítimos e mineiros, pelo que este povoado terá desempenhado um papel comercial de relativo destaque”.

Na Época Romana o espaço sofreu uma considerável ampliação, com a construção de diversas edificações.

Assim, nesta altura, Miróbriga contava com um forum, onde estava erigido um templo provavelmente dedicado ao culto imperial e outro dedicado a Vénus.

Em redor do forum localizavam-se as restantes edificações e a Sul situava-se a área comercial que contava com várias lojas (tabernae) e uma hospedaria.

As termas surgem numa das zonas mais bem conservadas de Miróbriga, eram constituídas por dois edifícios um para o uso masculino e outro para o feminino; entre os séculos I e II d.C. surgem as restantes construções – zona de entrada, sala de vestiário e jogos e uma zona para banhos frios (frigidarium) e outra para banhos quentes (caldarium e tepidarium).

Conta ainda com uma ponte de arco único de volta inteira e o pavimento, constituído por lajes de calcário, é ainda o original. O sistema de drenagem de águas pluviais é também visível.

mirobriga-hipodromoA aproximadamente 1 km do sítio arqueológico de Miróbriga situam-se as ruínas do hipódromo. Mede 370 m por 75 m e era dividido ao meio pela “spina” (vala) possuindo uma meta em cada extremidade.

O hipódromo servia para corridas de carros puxados por dois ou quatro cavalos (bigas/quadrigas).

O Sítio Arqueológico começou a ser escavado em 1801 e conta actualmente com um Centro de Acolhimento e Interpretação para a explicação do complexo de Miróbriga, construído pelo IPPAR.

“O Centro possui uma exposição permanente sobre o sítio, organizada de forma temática, assim como uma sala para acolhimento de grupos. O percurso da visita encontra-se devidamente sinalizado.”

Está classificado desde 1940, como Imóvel de Interesse Público, e está afecto à Direcção Regional de Cultura do Alentejo.

Se ainda tiver tempo, aproveite a viagem para visitar, também, o Castelo; de origem árabe, é imperdível, afirmando-se em toda a sua dimensão e imponência, envolvido por nove torres e cubelos. O Castelo foi reconstruído pelos Templários em 1157.

 

Informação adicional

Estrada das Cumeadas – EM 550
7540-236 Santiago do Cacém

Horários: De terça a sábado das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30; Domingo das 09h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h30.

Última entrada às 11h30 (período da manhã) e às 16h30 (período da tarde)

Encerra à segunda-feira, a 25 de Julho (feriado municipal)  e feriados de 1 de Janeiro, domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro

Contactos: +351 269818460  /  +351 269818461

[email protected]

Fontes: CM Santiago do Cacém, Portal do Litoral Alentejano

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -