Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Outubro 22, 2021
- Publicidade -

TAG

Vento

Ao Fundo Pitangas

Foram apenas horas passadas e secaram no vento como silêncio. Foram apenas momentos que o presente pretendia para divagar. Foram apenas delírios e ilusões,...

Não foi

Poema inédito de Alice Coelho Não foi Não foi o vento que soprou As cortinas estremeceram Uma janela se escancarou As palavras enlouqueceram O tempo cospe a todo o vapor E...

Viagem enrugada

Poema inédito de Alice Coelho Viagem enrugada Céu de espuma Vento despenteado Cabelo alvoroçado Mar de espanto Pensamentos enevoados Sentires desarrumados Areias movediças Palavras engolidas Cartas de despedida Para sempre fica longe Até um qualquer dia Num...

O olhar

Poema inédito de Alice Coelho O olhar Arrefece o olhar Na incompreensão dos dias Nos silêncios do poeta vadio Vento morno e escorregadio Na ânsia das minhas ousadias Aquece o olhar Nas...

O vento

Poema inédito de Alice Coelho O vento Vento fresco no rosto  Bafo quente de ilusão Um silêncio predisposto Vozes presas no porão Arranham-se os medos Ausências...

Vento…

Poema, em seis andamentos, de João de Almeida Santos para um Rosto, de Filipa Antunes (Desenho inédito. Julho de 2017) VENTO... I. Passas Por mim Como vento Intangível, Sonho Triste, Impossível. E voas Entre os dedos Dessas mãos Com que te...

Vento do Deserto…

Poema de João de Almeida Santos para um Desenho de Filipa Antunes VENTO DO DESERTO... I. Irrompeste Como Rosto Esculpido Em pedra Cinzenta, Num dia De encruzilhada Entre o que foi E o que será... II. Teus cabelos Negros Alinham-se Ao...
- Publicidade -

Últimas notícias

- Publicidade -