Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 2, 2021

Universidade de Lisboa recebe comemorações do Ano Llull

O Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa recebe dia 18 de Janeiro, uma sessão comemorativa do ano Ramon Llull

O Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa recebe, esta Segunda-feira, 18 de Janeiro, pelas 18h, uma sessão comemorativa do ano Ramon Llull, filósofo, matemático, poeta, novelista e teólogo que foi um marco da cultura europeia na Idade Média.

Esta é uma iniciativa da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e do Institut Ramon Llull – Língua e Cultura Catalã que contará com as intervenções de Paulo Alberto, director da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Àlex Susanna, director do Institut Ramon Llull, Aires Nascimento, catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Luísa Costa Gomes, autora de “Vida de Ramon”, e ainda de António Feijó, vice-reitor da Universidade de Lisboa.

Na sessão, serão ainda declamados alguns poemas do “Livro do Amigo e do Amado”, de Ramon Llull, por personalidades tão díspares como Ramon Font, delegado da Generalitat de Catalunya em Portugal, Cuca Roseta, fadista, ou José Jorge Letria, presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, entre outros.

A iniciativa insere-se nas comemorações do Ano Llull, declarado pelos Governos da Generalitat da Catalunha e das Ilhas Baleares, que inclui um vasto programa de conferências, exposições, concertos e projectos editoriais com o objectivo de divulgar a vida e obra de Ramon Llull. Esta conferência na Universidade de Lisboa é o primeiro dos actos do Ano Llull que se celebra fora da Catalunha.

Natural de Maiorca, Ramon Llull foi um dos maiores expoentes da cultura e do pensamento na Europa. A originalidade do seu pensamento e a qualidade da sua literatura fizeram com que se tornasse numa das figuras mais destacadas da cultura catalã de todos os tempos. As suas obras, traduzidas em dezenas de línguas, foram também uma grande influencia para os grandes pensadores do século XIV em diante.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -