Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Universidades angolanas preparam-se para receber a comunidade académica

As Instituições de Ensino Superior (IES) de Angola, considerando que o período de estado de emergência não será mantido de forma permanente e retomar-se-á em breve o processo de ensino-aprendizagem presencial, estão a preparar condições para reduzir o risco de transmissão do SARS-Cov-2.

As universidades, os institutos superiores politécnicos e outras instituições de ensino superior publico, público-privado e privado, em conformidade com as orientações recebidas do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), estão a ultimar planos de contingência adequados para a retoma do ano académico que deverá ser estendido para que os planos curriculares possam ser cumpridos.

Universidade Privada de Angola instala túnel de descontaminação

Algumas das Instituições de Ensino Superior (IES) mais destacadas já estão a implementar acções concretas para prevenção da Covid-19, com iniciativas inéditas no país, nomeadamente a instalação de túneis de descontaminação, fabricados em Angola.

A UPRA já instalou túneis de descontaminação

A Universidade Privada de Angola (UPRA), uma das principais instituições de Ensino Superior a ministrar vários cursos de licenciatura em ciências da saúde, com realce para o curso de medicina, destaca-se em Angola por ser a primeira instituição de ensino superior do país a instalar um túnel de descontaminação para combater a pandemia do novo coronavírus.

As aulas do Ensino Superior foram suspensas em todo o território nacional desde o dia 24 de Março para prevenção da COVID-19 por orientação do Executivo angolano.

As orientações para a implementação de medidas relacionadas com a criação de planos de contingência especialmente concebidos para proteger estudantes, gestores, professores e funcionários no âmbito da retoma do Ano Académico, enquadram-se numa estratégia desenhada por Maria do Rosário Sambo, ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Dessas medidas para limitar a transmissão do SARS-Cov-2 orientadas pela ministra do Ensino Superior, incluem-se:

  • Limpeza e higiene dos locais de trabalho.
  • Promoção da lavagem regular e completa das mãos pelos funcionários, estudantes e visitantes.
  • Promoção da boa higiene respiratória no local de trabalho.
  • Promoção tanto quanto possível do “distanciamento social”.
  • Limitação de realização de reuniões presenciais.
  • Utilização de máscaras, luvas e álcool-gel, entre outras que constam em documento enviado a todas as IES.

por Luís dos Santos, Angola


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -