Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Dezembro 8, 2021

Atropelada quando fugia da polícia

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

A partir das primeiras horas da manhã é bem visível a grande movimentação de pessoas, procurando o precioso pão do dia-a-dia. Muitas dessas pessoas para conseguirem o tal pão, recorrem ao trabalho de vendas ambulantes, que em Angola vulgarmente são chamados de Zungueiros.

Estes zungueiros que percorrem longas distâncias para encontrarem clientes para os seus negócios, enfrentam um grande obstáculo, chamado Polícia Nacional. A prova disto é que uma mulher, cuja identidade ainda não foi revelada, morreu na manhã desta quarta-feira, no município de Viana, vítima de atropelamento, quando tentava fugir da brutalidade policial.

A vítima fazia parte de um grupo de Zungueiras, que ao se aperceberem da presença dos efectivos da polícia nacional, tentavam fugir, pois temiam que lhes fossem recebidas os seus negócios, facto que tem acontecido sempre. Infelizmente, uma delas ao tentar atravessar a estrada, foi atropelada por uma viatura, provocando a morte imediata da senhora.

A sociedade mostra-se bastante chocada com o crime e exige responsabilização dos culpados.

A Polícia nacional ainda não se pronunciou sobre o caso, mas algumas pessoas estão cépticas, pois casos como esse acontecem todos os dias, e muitos deles ficam por se esclarecer, sob o olhar silencioso do próprio governo que tem o dever de proteger a vida dos cidadãos.

O autor escreve em PT Angola

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -