Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Volvo pronuncia a morte do automóvel não eléctrico

Nélson Abreu, em Los Angeles
Engenheiro electrotécnico e educador sobre ciência e consciência. Descendente de Goa, nasceu em Portugal, e reside em Los Angeles.

A Volvo anunciou na quarta-feira que cada novo carro lançado a partir de 2019 será totalmente eléctrico ou híbrido. A Volvo é a primeira grande marca de auto tradicional a declarar o “fim histórico” do motor de combustão interna.

A Volvo pretende vender 1 milhão de veículos eléctricos até 2025, concorrendo com empresas como a Tesla, que lança o modelo 3 na sexta-feira. Há também rumores de uma série 3 totalmente eléctrica da BWM que pode ser anunciada em Setembro. A Mercedes-Benz projecta uma nova marca de carros de bateria, Mercedes-EQ. Por sua vez, a Daimler AG, que controla a Mercedes-Benz, anunciou que vai investir mais de US $ 700 milhões para construir carros de bateria na China.

Em comunicado, Håkan Samuelsson, presidente e CEO da Volto, apontou a procura dos clientes e reguladores para reduzir a pegada de carbono e melhorar a qualidade do ar. Tem como objectivo manter a sua reputação pela segurança e quer distinguir-se pela ecologia. A Volvo está sediada na Suécia, mas é propriedade da Zhejian Geely (China).

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -