Diário
Director

Independente
João de Sousa

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Bípedes

Beatriz Aquino
Formada em Publicidade e Propaganda. É escritora e atriz de teatro. Nascida no Brasil a viver em Portugal.

Poema inédito de Beatriz Aquino

Bípedes

Sou bípede.
E ando.
Por baixo dos porões dessa cidade fria,
sobre-humanos rastejam conspirações e silabam duras verdades.
Mas a voz não chega.
Dos esgotos e valas tudo é mera estatística.
Saneamento básico.

A fala do povo é um murmúrio inaudível,
cansado.
Sem direção e sem amparo.

Por cima, o que se vê é um grande formigueiro.
A matilha ordeira se colore.
Trocam presentes e sonhos.
Esquecem que um vírus lhes entrincheira os pulmões.
E dormem cevados e alheios.

É Natal.
Uma criança chora.
E não é o menino Jesus…


Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a Newsletter do Jornal Tornado. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorO meu Natal
Próximo artigoEm Moçambique…
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -