Diário
Director

Independente
João de Sousa

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021

Perdi a noção do tempo

Poema inédito de Alice Coelho

Perdi a noção do tempo

Perdi a noção do tempo
Do meu olhar vivo ao te encontrar
Do meu sorriso em suave espera
Do meu perfume em jeito de mar
Do meu ser perdido na atmosfera
Perdi a noção do tempo
De conjugar os verbos num futuro
De dançar à chuva ao entardecer
De enaltecer um gesto prematuro
De silenciar momentos e emudecer
Perdi a noção do tempo
Nos dias que se alinhavam em bainhas
De olhos fechados e de bocas franzidas
Nas noites que nos nascem alfacinhas
Lágrimas enxutas e palavras despidas
Perdi-me no teu espaço
Encontrei-me no meu abraço

 

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorDor
Próximo artigoUm lavagante esfomeado mas politizado
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -