Diário
Director

Independente
João de Sousa

Domingo, Outubro 24, 2021

Revus voltam às ruas para exigir demissão de Bornito de Sousa

Francisco Do Nascimento, em Luanda
Correspondente em Luanda, Angola

Revus voltam às ruas para exigir demissão de Bornito de Sousa

Depois de um longo tempo sem exercerem o activismo, os “Revus” voltam a carga neste mês, em mais um protesto público. Os activistas cívicos convocaram uma manifestação para o dia 24 deste mês para exigir a demissão de Bornito de Sousa do cargo de Ministro da Administração do Território, a informação foi revelada pelo activista Arante Kivuvu.

Arante Kivuvu, um dos réus do processo 15+2, confirmou a realização da manifestação, durante uma entrevista à Rádio Despertar nesta quarta-feira. Para o activista, é urgente a demissão de Bornito de Sousa do cargo de Ministro da Administração do Território, uma vez que o mesmo é o número dois da lista do MPLA para as eleições que se avizinham, e sendo o Ministério da Administração do Território (MAT) o órgão responsável neste momento pelo processo eleitoral, adivinham-se eventuais fraudes.

O activista recorreu inclusive ao ditado que diz: “O jogador não pode ser árbitro ao mesmo tempo”. Nesse caso o Jogador é o Bornito de Sousa, candidato à vice-presidente do país, que ao mesmo tempo dirige o processo eleitoral. Por isso, os Revus, abreviatura de Revolucionários, irão sair às ruas de Luanda, com o objectivo de inverter essa situação, que passa pela demissão urgente de Bornito, do cargo que ocupa actualmente na governação angolana.

O activista disse ainda que esperam por um comportamento anormal da Polícia Nacional, pois tem sido habitual quando há manifestações, sobretudo, contra a governação angolana. Kivuvu, garantiu que estão preparados para enfrentar a brutalidade policial, pois a palavra medo há muito que não existe no dicionário dos Revus, e por isso, encoraja os angolanos a aderirem à referida manifestação.

A pretensa manifestação está marcada para o dia 24 do corrente mês, no Largo Primeiro de Maio, em Luanda.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

Artigo anteriorEspírito Santo do horror
Próximo artigoMoraes tem moral?
- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -