Diário
Director

Independente
João de Sousa

Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Sporting empata a zero com Rio Ave e é apanhado na liderança

AlvaladeXXI1
Não foi para rir o Carnaval em Alvalade. A equipa de Jorge Jesus empatou a zero com o Rio Ave, no jogo que fechou a 21ª jornada da Liga NOS de futebol, e deixou-se apanhar no topo da classificação pelo Benfica, embora tenha vantagem no confronto directo.

Sem o lesionado Naldo, Jorge Jesus fez alinhar o reforço de inverno Sebastian Coates no onze inicial, ao lado de Paulo Oliveira, surpreendendo com a entrada directa de Téo Gutierrez na equipa titular. Perante quase 40 mil pessoas, a equipa nunca se encontrou, parecendo demasiado nervosa e errando muitos passes, sobretudo William Carvalho, que esteve irreconhecível.

Na defesa, Coates deu bem conta do recado, impondo a sua estampa física e uma técnica de assinalar. Mas o meio-campo leonino estava demasiado vazio de ideias, muito graças à boa marcação que o Rio Ave fez ao estratega João Mário. Apenas Adrien Silva não chegava para um meio campo bem organizado do lado dos de Vila do Conde.

Além disso, sempre que Ruiz ou Slimani conseguiam furar a bem organizada defesa vila-condense, o guarda-redes Cássio, em noite inspiradíssima, correspondia com defesas magistrais. Os minutos iam passando e o Rio Ave ia ganhando confiança, até que Rui Patrício teve de fazer duas defesas monumentais para negar o golo a Kayembe e Tarantini.

 

Barcos com estreia desinspirada

Na segunda parte, após uma manifestação de solidariedade dos adeptos leoninos para com Slimani, alvo de um processo disciplinar por parte da Federação Portuguesa de Futebol, Jesus foi forçado a tirar Paulo Oliveira, lesionado, fazendo entrar Rúben Semedo para o seu lugar.

O tempo passava e o 0-0 ia-se mantendo, o que tornava a equipa e os adeptos ainda mais nervosos. Cássio brilhava, negando por várias vezes golos quase certos, e o meio-campo leonino continuava desinspirado. Jesus ainda fez entrar Gelson Martins e o reforço argentino Hernán Barcos, mas este último esteve bastante trapalhão no ataque.

No final, o resultado foi justo, castigando uma equipa leonina que parece estar a perder fulgor nesta segunda volta, e premiando a boa organização do Rio Ave. A próxima jornada promete ser escaldante, com a visita do FC Porto ao Estádio da Luz e a do Sporting ao terreno do Nacional da Madeira.

Receba a nossa newsletter

Contorne o cinzentismo dominante subscrevendo a nossa Newsletter. Oferecemos-lhe ângulos de visão e análise que não encontrará disponíveis na imprensa mainstream.

- Publicidade -

Outros artigos

- Publicidade -

Últimas notícias

Mais lidos

- Publicidade -